Páginas

sexta-feira, 8 de abril de 2011

Lobos na pele de cordeiros!!

Nos dias que correm está cada vez mais raro encontrar pessoas éticas, de princípios, que respeitem e não invejem o que pertence ao próximo. O comportamento antiético se tornou corriqueiro, banal, lamentavelmente, no mundo contemporâneo. Deparamo-nos a todo instante com relatos de pessoas que passaram pela amarga experiência da traição, seja com um amigo, colega, sócio ou até mesmo algum familiar. Eu mesma tenho uma lista considerável de decepções com os tais "lobos disfarçados de cordeiros", ao longo da vida. Essa fábula narra o comportamento do astuto lobo que se disfarçou com uma pele coberta de lã, conseguindo assim entrar no rebanho de ovelhas, fazendo-se passar por uma delas, tanto na aparência, como nos hábitos, se aproveitando dessa condição para devorar as inocentes e incautas vítimas. Até uma passagem bíblica alerta: "Tenha cuidado com os falsos profetas que vêm a você em pele de cordeiro, mas que no fundo são lobos vorazes". Em que pese alguns historiadores não acreditarem na existência de Esopo, as fábulas atribuídas a ele, um escravo grego (aproximadamente 620 – 560 A C) como: "O lobo em pele de cordeiro", "A cigarra e a formiga", "A tartaruga e a Lebre", dentre outras, descrevem com rara precisão as virtudes e defeitos humanos, a exemplo dos indivíduos que se fazem passar por gente de bem para alcançar os seus objetivos escusos. Por isso, com esse tipo de pessoa, que se apresenta sempre muito "colaborativa, simpática, devotada", nunca é demais estar muito atento.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário